Pátria Amada, mãe nem sempre gentil- do berço esplendido para o Divã

O Hino Nacional brasileiro compara a pátria com uma mãe gentil para com os filhos deste solo. Para a psicanalise a função materna tem papel fundamental na formação da personalidade do indivíduo. Comparando superficialmente o papel materno da Pátria e a relação com os cidadãos brasileiros, este texto tem por objetivo levar a reflexão os impactos emocionais e psicológicos da saúde mental dos cidadãos mediante a crise política vivida em nosso país nos últimos anos.

Segundo Teórico psicanalítico Winnicott para o desenvolvimento saudável do ponto de vista mental e emocional do indivíduo é necessário que a mãe ou cuidador responsável tenha algumas capacidades que reunidas ele chama de Mãe suficientemente Boa: seria uma capacidade de conter as angustias do bebe dando sentido e significação as mesmas através da empatia e interpretação adequadas, suprir as necessidades básicas do bebe para que se sinta seguro, protegido e confiante, capacidade de suportar os ataques do bebê, servir de referência para que o bebe possa se identificar e se reconhecer gerando futuramente o senso de identidade e pertencimento; capacidade de saber frustrar adequadamente o Bebe para que possa crescer sabendo lidar com frustrações, capacidade suportava, de acolhimento e de afeto, entre outras.

Falhas na função Materna, ou seja, em algum dos pontos citados acima geram angustias no bebe que se refletiram na vida psicológica adulta podendo até desencadear neuroses e psicoses quando associadas a outras experiências traumáticas que por ventura o indivíduo possa vivenciar. Neste sentido e fazendo uma reflexão da crise Política experienciada por cada um de nós aqui no Brasil e associando a função materna podemos ver um prognóstico de adoecimento emocional e mental de nossa população, como discorreremos a seguir:

O fenômeno de Corrupção exacerbada no meio político gera nos cidadãos uma sensação de decepção. Os escândalos diários nos noticiários apontando grandes empresas e instituições fazem com que os cidadãos percam a confiança e, portanto, o lugar de apoio em instituições que vão desde alimentícias a religiosas. É colocada em xeque a qualidade da alimentação oferecida aos cidadãos brasileiros por grandes empresas, (imaginemos então uma alusão a relação mãe-bebe, um bebe com medo de se alimentar para não ser envenenado) sendo a alimentação é uma necessidade básica de todo ser humano, necessária a sua sobrevivência

A Carta Magna, que seria a base das Leis, norteando direitos e Deveres dos Cidadãos brasileiros, anda num estado frágil pelas constantes alterações e emendas , aliado a isso a crise política coloca também em xeque os direitos adquiridos pela população, a exemplo os direitos trabalhistas, essa situação gera uma tensão muito grande onde é acionado mecanismos primitivos e inatos em todo ser humano para manutenção se sua própria sobrevivência; hostilidade, individualismo e agressividade surgem nas formas de relação e interação social.

A constante ameaça de perigo gerada pela instabilidade política corrobora para ações violentas das pessoas principalmente durante alguns tipos de manifestações. O Estado não tendo a capacidade de suportar os ataques de seus cidadãos de forma a entender, conter e responder adequadamente, usa apenas a forma repressiva na tentativa de eliminar a situação. Essa repressão e falta de significação são substituídas pelo sentimento de medo e culpa, há o aumento da insegurança pelo vazio  gerado na extrema falta de diálogo entre Estado (mãe) e população (filhos). Em resposta há um aumento da criminalidade e transgressão de leis que já não fazem sentido.

Os escândalos políticos partidários também fazem com que os cidadãos brasileiros não se reconheçam representados em seus próprios candidatos, havendo uma negação perdem o senso de identidade pois não se veem refletidos na Pátria, em lugar apenas fica um sentimento de  estranhamento. Os cidadãos ficam vulneráveis a ações midiáticas e ideológicas na busca de  amparo e sustento.

Falta de segurança, confiança, esperança, instabilidade e medo constante geram na população a angustia de desamparo e assim aumenta-se os casos de adoecimento psicológico e mental, tendo como sintomatologia: Alcoolismo, Adicção, Estresses, Ansiedades, Fobias, Síndrome do Pânico, Depressões a até mesmo alguns Surtos Psicóticos que levam ao Suicídio e Homicídios.

Estaria na hora então da Mãe gentil levantar-se do Berço esplendido e deita-se num Divã?

Texto escrito por:

 Flavia Fernandes Leonardo dos Santos-

Psicóloga Clínica- CRP 06/136268 , Coach e Conselheira de Direitos Humanos e Participação Social.  Atendimento e agendamento de consultas: 11 94007-3408- whats flavia@psycoaching.com.br – Facebook: @psyflavia.leo

 

 

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Oito sinais da Depressão

É importante começar dizendo que não se deve fazer uma autodiagnostico, pois mesmo os materiais da internet com conteúdo mais completo não substituem o valor do treinamento que um profissional recebe nem os testes adequados para realizar um diagnóstico, além disso, você não vai querer ficar lendo detalhes de um diagnósticos diferencial para depressão unipolar, distimia, depressão bipolar e por aí vai.

Além disso os sintomas podem também serem causados por questões fisiológicas, consumo de remédios, doenças, deficiência de vitaminas, uso de álcool e outras drogas, portanto essas e outras possibilidades devem ser descartadas por alguém competente.

Como muitos já conhecem, a depressão é uma condição psíquica que pode afetar a capacidade de viver uma vida boa e realizadora.

A depressão pode gerar alterações fisiológicas, alterações de humor, de comportamento e de pensamento; então vou listar as principais alterações, existem outras questões que devem ser abordadas, mas os mais comuns são:

1) Humor deprimido: Sim, o termo usado é humor, calma, eu explico. Humor deprimido quer dizer que a pessoa está triste, pra baixo, abatido, se sente “no buraco”, gerando um descontentamento geral, fica desesperançado e muitas vezes irritado facilmente, tendo acessos de raiva por muito pouco. Os familiares e os amigos podem perceber essas características quando o sujeito busca ficar isolado com frequência, pela feição ou frases como “Eu sinto um vazio”, ainda que ele não assuma estar triste, esses sinais valem.

DICA IMPORTANTE: No caso de crianças e adolescentes é mais comum um humor rabugento, irritadiço.

2) Perda de prazer: Uma característica muito comum em quem está sofrendo de depressão é a diminuição ou perda de prazer com coisas que gostava de fazer. O cara que sempre joga um futebolzinho de sábado começa a dar desculpas por estar desmotivado para encontrar seus amigos. Muitas vezes o interesse pelo sexo diminui, o que pode vir a gerar problemas de relacionamento ou de autoestima. Se questione se o que te agradava ainda é importante, mas não tem conseguido curtir mais aquilo.

3) Sentimento de culpa e desvalia: Os sentimentos de quem está em um processo de depressão costumam ser negativos com relação a si mesmo e com relação às suas atitudes. Sentir-se culpado por coisas que não estão sob sua responsabilidade pode ser muito prejudicial para autoestima, assim uma pessoa pode se sentir “um nada” ou acreditar que não presta para nada além de trazer coisas ruins para os que estão ao seu redor. Muitas vezes é difícil que a própria pessoa identifique essa tendência de culpa e desvalia como algo fora do comum, porque ela tem certeza de sua parcela de culpa sobre a desgraça do outro, então uma amigo por perto é sempre bom para ajudar a identificar isso.

4) Pensamentos de morte e ideação suicida: Talvez seja o sinal mais associado recentemente com a depressão, os pensamentos sobre morte estão presentes em muitos casos. O pensamento de morte exprime o desejo de morrer para evitar algo ruim, para sair de uma estado emocional doloroso ou porque a pessoa não acredita que será feliz um dia. Esse desejo pode se camuflar na frase “Queria dormir e não acordar mais” ou frases semelhantes, dessa forma é sempre recomendado prestar atenção na pessoa que diz isso para dar-lhe suporte e incentivar a buscar ajuda se necessário. Já a ideação suicida se refere ao pensamento de como tirar sua própria vida, é possível que a pessoa compre coisas como corda ou remédios diferentes para se preparar para levar a cabo seu plano; também pode ocorrer de buscar resolver coisas como seguro de vida, testamento e quitar dívidas.

DICA IMPORTANTE: Nunca leve na brincadeira uma ameaça de suicídio, ainda que não entenda os motivos da pessoa, dê suporte à ela, escute o que tem a dizer, não julgue e principalmente ajude a pessoa a buscar ajuda especializada.

5) Falta de energia: O sentimento de fadiga, cansaço excessivo mesmo sem ter feito atividades que exigem esforço pode estar presente. Isso torna as tarefas do dia-a-dia difíceis demandando um esforço maior que o comum para realizá-las, até mesmo levantar da cama é um esforço colossal. Sentir dores no corpo são comuns nesses casos.

6) Dificuldade de pensar e tomar decisões: Algumas pessoas costumam relatar dificuldades em pensar, tomar decisões e se lembrar de tarefas. Decidir coisas simples do dia-a-dia são sempre tarefas difíceis, deixando a pessoa “travada” em escolher coisas como a roupa que irá vestir ou o que irá comer. Reclamam muitas vezes de dificuldade em manter o foco em algo como uma leitura ou outra tarefa, diminuindo seu desempenho nos estudos e no trabalho.

7) Alteração no apetite: Algumas pessoas passam a comer exageradamente, principalmente doces e carboidratos, em refeições mais frequentes. Muitas vezes acabam por nem apreciar o sabor do alimento. Outros se alimentam pouco, não sentindo fome, mesmo por coisas que antes eram comuns em sua alimentação.

DICA IMPORTANTE: Crianças e adolescentes podem não apresentar o ganho de peso esperado quando em um episódio de depressão.

8) Alteração no sono: Outra alteração comum é a insônia, geralmente o sujeito desperta no meio da noite e tem dificuldades para dormir novamente, porém também são formas de insônia a dificuldade para cair no sono ou acordar antes do horário de costume sem conseguir voltar a dormir. Assim como nas mudanças alimentares o sono pode aumentar ou diminuir, quando aumenta, a pessoa começa a sentir sonolência excessiva durante o dia ou ter longos períodos dormindo.

Por fim, a tristeza é uma condição humana comum, qualquer uma pode ficar de luto, pode ficar desmotivado com o trabalho ou não querer fazer algo. Entretanto se achar que precisa, procure um profissional para lhe ajudar, não tenha medo de admitir que pode estar com problemas.

     Autor: William Hendrix Correa da Silva – Psicólogo Clínico

CRP 06/136260-

Contato
(11) 975158833/(11)951414835 – 

@psicologowilliamhendrix

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

O Mito de Lilith e Luta feminista

Não é de hoje que a mitologia é discutida e explorada por pesquisadores, na maioria das histórias tem caráter religioso ou popular é essencial lembrar- nos que os gregos tinham uma crença religiosa e popular, portanto acreditavam em deuses e lendas. As figuras da mitologia vinham com forma semelhante à forma humana e simbolizavam  emoções, sentimentos, fatos ocorridos e muito mais.

Segundo Jung(1978) para compreender  o ser humano é essencial entender os mitos e  através que ocorrem as demonstrações dos arquétipos , ou seja, parâmetros vindos do inconsciente coletivo da humanidade que criam a base de formação da psique humana. Os arquétipos possui como função propagar atitudes dos homens, dar um significado ao mundo e à existência humana.

O mito Lilith foi citada no antigo Testamento e vista em algumas culturas como um demônio, sua historia pode ser encontrada em diversos documentos há uma referência na Cabala, onde Lilith é mostrada como a primeira mulher de Adão, personagens bíblico do mito de Adão e Eva e em uma dessas passagens bíblicas Lilith, o demônio  em forma de serpente influencia Eva a provar o fruto proibido. Criada por Deus Junto com Adão da mesma matéria, do barro, Lilith se recusava durante o ato sexual ficar sempre por baixo, insatisfeita exigia igualdade, liberdade de agir, de escolher e decidir, porém quando percebeu que não seria possível à igualdade se rebelou e decidida a não submeter- se a Adão resolveu abandoná-lo, foi para a lua onde se envolveu com lúcifer.

Na revolução sexual dos anos 70 muda o conceito de Lilith, já não é mais considerada mais um símbolo de repressão, sim um pedido de socorro, de busca da integração dos instintos da psique feminina.

O machismo esta encravado na sociedade patriarcal e capitalista, infelizmente mulheres morrem e sofrem todos os tipos de violência, por causa de uma cultura que reafirma todos os dias que a mulher é inferior ao homem.

O mito contemporâneo Lilith é atual, esta relacionada às mulheres que não se submetem a uma sociedade patriarcal, e independente se ela existiu ou não, esse mito não se esgota e um estudo mais complexo deve se incorporar as contribuições de Eva, Pandora e por Maria, por exemplo.

Esse foi um pouquinho do trabalho feito na minha pós graduação na matéria de “Arte terapia e Psicologia a dimensão simbólica” dispus da felicidade em fazer e saber sobre esse mito, se existiu ou não nos faz pensar na luta pela igualdade da mulher, luta essa antiga.

 

.

Pesquisa realizada pela estudante de arteterapia (pós- graduação) e Psicóloga Formada Simone Pereira– CRP 06/132343  Contato: Symone_pereira@hotmail.com

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Paixões Perigosas

Durante a infância e adolescência é comum a paixão por adultos como professores por exemplo, configurando o que comumente se chama de amor platônico. Quando adultos algumas vezes somos atravessados por paixões direcionadas a pessoas que representam figuras de autoridade, como Chefes, lideranças religiosas, docentes, policiais, fiscais etc., sendo que geralmente o objeto destas paixões é comprometido (a). Dentro deste contexto as paixões são romantizadas e apresentadas massivamente como tema de novelas e romances, além de aparecerem em letras de música.

Observa-se que as figuras de autoridade alvo destas paixões representam conhecimento, sabedoria, poder, força, segurança, acolhimento, atributos semelhantes aos que os pais e cuidadores tem para filhos pequenos. Refletindo agora na relação pais e filhos, por volta dos cinco anos os filhos enamoram-se de seus pais ou cuidadores do sexo oposto. Meninos entre quatro e cinco anos apresentam grande apego pela figura da mãe e diz-se muitas vezes ser o namorado dela. Aquele que exerce a figura do pai então entra nesta relação desiludindo a criança e ensinando que quando ela crescer terá sua própria namorada. Nas meninas ocorre o mesmo com a figura paterna e pode-se observar uma relação de conflito com a figura da mãe. Essa fase infantil na psicanálise da se o nome de Complexo de Édipo.

Existe uma semelhança clara no caso de paixões por figuras de autoridades comprometidas com a fase de complexo de édipo, é como se nossa psique atravessasse um momento de regressão e infantilização onde vivenciamos esse o conflito da infância. O estado regressivo da psique durante esse tipo de paixão pode gerar atitudes impulsivas e passionais gerando arrependimento frustrações que levam o indivíduo ao isolamento e futuras depressões. Em alguns casos, pela situação de vulnerabilidade em que se encontram as pessoas tornam-se alvos fáceis de manipulação por parte de pessoas que não são idôneas.

A paixão pode ocorrer dentro do setting terapêutico, a saber dentro de terapia e relação entre cliente e terapeuta, impedindo momentaneamente o prosseguimento e evolução no tratamento uma vez que o cliente perde o foco. No trabalho também é prejudicial ao desempenho pois a pessoa fica desconcentrada e dentro do ambiente religioso a pessoa ainda pode ficar exposta a preconceitos, além de desenvolver culpa podendo recorrer a tipos de autoflagelação.

Como essas situações são bastante romantizadas pela mídia pedir aconselhamento a amigos, conhecidos e religiosos ainda pode expor mais ainda a riscos de vulnerabilidade e sofrimento. A melhor maneira de superar esse tipo de afeto é buscando um psicólogo que vai auxiliar o indivíduo a compreender o que desencadeou tal sentimento e assim tomar as decisões mais assertivas com sabedoria, através de uma psicoterapia breve.

Psicólogos e psicanalistas estão sempre terapia também para logo que perceberem paixões como está dentro do setting não entrem no jogo de sedução e conseguirem auxiliar e compreenderem da melhor maneira a demanda do cliente. Seria de grande importância que lideranças religiosas, que elo acolhimento que oferecem, também tivessem acompanhamento psicológico para sempre poderem auxiliar seus fiéis da melhor maneira sem expô-los a preconceitos e discriminações.

A paixões são afetos que nos atravessam o tempo todo, entretanto  alvo desta paixão pode sinalizar futuras patologias ou sofrimentos psíquicos.

Texto escrito por Flavia Fernandes Leonardo @psyflavia.leo, Psicóloga de orientação psicanalitica e Coach, especialista em Terapia familiar e Clinica dos Vinculos pela IPUSP  Especializanda em Psicoterapia Breve e Conselheira em Direitos Humanos e Participação Social

A equipe Psycoaching publicou um vídeo sobre o tema que pode ser acompanhado no link:

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

No divã do Filho Pródigo

 

Uma leitura psicanalítica da Parábola do Filho Pródigo

Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Liquidez

“Em nosso mundo de furiosa individualização, os relacionamentos são gelobençãos ambíguas. Oscilam entre o sonho e o pesadelo, e não há como determinar quando um se transforma no outro”. -Zigmund Bauman- Amor liquido
Vivemos numa furiosa individualização e também numa furiosa idealização, assim sendo não há quem esteja pronto para suportar essa transição entre sonho e pesadelo, e esperar pela próxima, daí então a violência eclode pela frustração. Tenho acompanhado com horror a violência psicológica entre casais que acreditam que a tecla delete ou desfazer resolve o problema. São atormentados pela própria realidade, pois não entendem a complexidade da ferida sentimental que custa a cicatrizar no meio da fluidez.

A vida virtual confunde o individuo que despreparado com a demanda sentimental, não consegue desfazer de si as marcas e cicatrizes impressas na idealização de uma   felicidade que não fora não alcançada. Na falta de habilidades e recursos egóicos o homem tecnológico volta ao primitivismo encontrando na violência a unica maneira de destruir aquele que não pode deletar.

Outra característica da liquidez ao qual estamos submetidos é a valorização da Novidade em detrimento da Permanência seja  de relacionamentos a  objetos, não importa sua durabilidade, importa apenas as novas experiencias geradas pela transitoriedade. Para suportar e se adaptar a rápidas mudanças homem contemporâneo então se fixa no raso das relações e sentimentos. A industria farmacêutica dá conta de produzir os medicamentos que entorpecerão o individuo, também nota-se jovens cada vez mais cedo utilizando-se do álcool e drogas para poder alcançar divertimento e sensações de prazer. O consumismo tecnológico brinda a vida liquida com o status da novidade. Entretanto a angustia existencial de todo o ser humano permanece em sua solidez fazendo transição somente nos sintomas em que se manifesta.

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

olá mundo!

Bem vindo. Este é o primeiro post.

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário